terça-feira, 10 de junho de 2008

Roraima pode ficar sem clube na Série C do Brasileiro 2008

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) não vai mais bancar as despesas de transporte e hospedagem dos clubes que disputarem a Série C deste ano. A informação foi confirmada ontem pelo presidente da Federação Roraimense de Futebol (FRF), José Gama Xaud.
Segundo Xaud, o próprio clube é que vai arcar com suas despesas e a CBF não vai ressarcir nenhum ônus para os clubes. “Na sexta-feira estive em Mucajaí e informei a situação ao presidente (José Tarquínio), inclusive com todos os documentos e encargos que terão que assumir durante a competição nacional”, afirmou.
Xaud disse que propôs que o presidente procurasse de imediato o poder público no sentido de buscar alternativas de patrocínio para bancar as despesas do clube na Série C.
“Propus que fizessem uma comissão e procurassem as autoridades competentes e ao Governo do Estado para conseguirem pelo menos as passagens aéreas para os deslocamentos para Manaus-AM, Belém-PA e Macapá-AP”, disse.
Sabedor que é das dificuldades que o Progresso terá pela frente em conseguir patrocínio para as despesas, Xaud disse que deve haver uma união entre a Prefeitura Municipal de Mucajaí e o Governo do Estado no sentido de colaborar e fortalecer o clube representante do Estado na Série C.
“Se não houver esse empenho dos poderes públicos para ajudar o Progresso, será muito difícil o Progresso disputar a Série C”, garantiu.
Pela tabela divulgada pelo Departamento Técnico da CBF, a equipe Alviverde de Mucajaí estréia dia 06 de julho contra o Holanda-AM em jogo em que a CBF ainda não definiu o horário e local.
A reportagem tentou contato com o presidente do Progresso, José Tarquínio, para saber quais as providências estão sendo tomadas, mas seus telefones davam como fora da área de serviço.
PENALIDADES
Sobre as possíveis penalidades que o clube viria a sofrer caso desistisse da competição por falta de patrocínio, o presidente da FRF, José Gama Xaud, afirmou que haverá punição, embora não tenha enumerado qual.
“Penalidade existe, pois eles (o clube) aceitaram, mas temos que conversar a respeito disso. Por isso falei para eles se anteciparem e procurar se mobilizar em busca de patrocínio, pois se eles não tiverem condições de participar que comuniquem logo para a CBF tomar uma providência e convidar quem eles quiserem para preencher a vaga”, disse.
Sobre a possibilidade de outra equipe de Roraima a vir a ficar com a vaga, caso o Progresso venha a desistir, o presidente não soube responder e disse que ‘seria um caso a se pensar’ para depois emendar. “Se outro clube quiser a vaga vai ficar na mesma. Nem um clube de Roraima tem condições de arcar com as despesas de passagens se não for ajudado pelo governo. Então é um caso a se pensar e tomar uma atitude com urgência”, ressaltou.
Folha de Boa Vista

Nenhum comentário: