quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Campeonato Acreano poderá ser disputado por 12 equipes

Com o número de clubes ainda incerto [torneio poderá ter 12 clubes], a fórmula de disputa do próximo Campeonato Acreano não será igual a do último estadual. Os clubes serão divididos em dois grupos, com a perspectiva de cada grupo contar com seis equipes, pois o Cruzeiro do Sul FC e o Amazônia FC poderão ser os dois novos integrantes do futebol profissional. Uma reunião no próximo dia 4 irá bater o martelo.

Buscando não perder tempo, clubes e Federação de Futebol do Acre resolveram na reunião do conselho técnico desta terça-feira dividi os clubes em dois grupos, usando o critério técnico do último estadual como parâmetro.

Fórmula

Conforme o discutido, as equipes jogam entre si no primeiro turno, classificando-se as duas melhores para disputar o título no sistema mata-mata (único tiro). Para o segundo turno, as equipes jogam fora de seus grupos, classificando-se os dois primeiros para também disputar o título no sistema mata-mata. Caso as equipes do Cruzeiro do Sul FC e o Amazônia FC sejam inserida na competição, o returno será disputada apenas por dez equipes.
Em caso de campeões diferentes em cada turno disputado, o campeão será conhecido em dois jogos, sendo declarado o campeão a agremiação que somar o maior número de pontos.

Estranha

Numa decisão estranha, tanto a equipe do Náuas, quanto do Cruzeiro do Sul não irão mandar seus jogos no estádio Totão. Os dirigentes dos dois clubes declararam que os gastos para jogar na capital serão bem inferiores em relação a os custos para mandar seus jogos no Vale do Juruá, pois as despesas com passagens aéreas para os visitantes terão que ser pagas pelos anfitriões, assim como despesas de hotel e alimentação.

Surpresa

A grande surpresa do encontro da noite desta terça-feira não foi a equipe do Cruzeiro do Sul, mas sim, do Amazônia, equipe do município do Bujari, do presidente Zenildo Vieira, com Emerson Ferraz no comando-técnico e o veterano Bujica para o comando de ataque. O presidente garante que terá recursos para colocar o time em campo, inclusive com alguns parceiros já contatados.





Locais

Com o grande número de jogos marcados para o estádio Arena da Floresta, a válvula de escape para a disputa do próximo Campeonato Acreano continuará sendo o estádio Nabor Júnior ou ainda o velho José de Melo [praças esportivas com grandes problemas de infra-estruturas]. O estádio Tonicão também é uma outra opção, mas terá que enquadrado nas normas estipuladas no estatuto do torcedor, passando por vistoria do Corpo de Bombeiro, PMAC e Vigilância Sanitária.

Clubes x Governo

O presidente da Ffac, Aquino Lopes, diz que o estádio não está ainda preparado para jogos profissionais, precisando de alguns ajustes.
O presidente do AC Juventus, Deusdeth Nogueira sugeriu um encontro dos dirigentes do futebol acreano com o poder público. A sugestão foi acatada pela federação que irá agenda um encontro para o próximo dia 4 de dezembro, às 18h, na sede da federação.

Emenda

Durante a reunião de ontem, o presidente Antônio Aquino comentou aos dirigentes de clube que o deputado Fernando Melo (PT) apresentou emenda parlamentar de R$ 2 milhões com objetivo de conclusão das obras do estádio Tonicão.

Segundo Lopes, um, milhão seria liberado ainda este ano, e a segunda parte, a partir de 2009. Os recursos foram liberados para o Estado, mas o poder público alegou que não poderia repassar os recursos.

OS GRUPOS

A

RIO BRANCO FC
PLÁCIDO DE CASTRO
INDEPENDÊNCIA FC
VASCO DA GAMA
ATLÉTICO
CRUZEIRO DO SUL FC

B

AC JUVENTUS
NÁUAS
ADESG
SÃO FRANCISCO
AEC
AMAZONIA FC

Nenhum comentário: