terça-feira, 22 de março de 2011

Joel Santana resolve deixar o Botafogo

  • Após reunião com os dirigentes do Botafogo, o técnico Joel Santana decidiu deixar o clube
O que já era esperado acabou se confirmando na manhã esta terça-feira. Conforme antecipou o blogueiro do UOL Esporte Bruno Voloch, após se reunir com a diretoria alvinegra em General Severiano, Joel Santana decidiu não continuar mais como treinador do Botafogo. O treinador alegou desgaste após quase 14 meses à frente do time carioca e não comandou o treinamento desta manhã. Uma entrevista coletiva do ex-comandante será concedida ainda nesta terça.
Desde o início da temporada, o treinador vinha sofrendo muita pressão por parte da torcida, que reclamava sistematicamente da maneira como Joel Santana armava o time. As vaias e os xingamentos na derrota para o Vasco por 2 a 0, no último domingo, no Engenhão, foram determinantes para a sua saída.
O dado curioso é que Joel Santana também deixou o time após um jogo diante do Vasco. Ano passado, ele assumiu no lugar de Estevam Soares, que não resistiu à goleada sofrida pelo mesmo adversário por 6 a 0, pelo Carioca.
A saída de Joel Santana contrasta com o seu início de trabalho, em 2010, quando chegou ainda no primeiro turno do Campeonato Carioca e levou o Botafogo ao título da competição. No Brasileiro, o Alvinegro brigou até a última rodada por uma vaga na Libertadores.
Por causa disso, o contrato do treinador acabou sendo renovado por mais uma temporada, mas a unanimidade de Joel Santana em General Severiano foi indo embora aos poucos.
A passagem pelo clube também ficou marcada pelo problemas de relacionamento com a principal estrela do grupo, o uruguaio Loco Abreu. Os dois chegaram a discutir asperamente após o atacante ser substituído em uma partida contra o Grêmio Prudente, pelo Brasileiro do ano passado. Na oportunidade, o centroavante fui punido em seus vencimentos.

Já na atual temporada, Loco Abreu contestou a forma de como o time vinha atuando em uma entrevista após deixar o gramado após a vitória do Botafogo sobre o Duque de Caxias, pela primeira rodada do Carioca. Joel Santana retrucou o jogador e uma reunião foi necessária para acalmar os ânimos.
Esta foi a terceira passagem de Joel Santana pelo Botafogo. A primeira aconteceu entre 1997 (campeão carioca) e 1998, enquanto a segunda ocorreu em 2000. Na época, Joel Santana foi demitido após o time perder para o América-MG por 5 a 2, no Mineirão, pelo Brasileiro (Copa João Havelange).

Pedro Ponzoni
No Rio de Janeiro

Um comentário:

Anônimo disse...

Mais um que a torcida derrubou! Isso é triste.