terça-feira, 29 de março de 2011

Senado entra na polêmica e discutirá direitos de transmissão do Brasileirão


Os senadores decidiram nesta terça-feira ouvir os envolvidos em audiência pública
Brasília, DF, 29 (AFI) - O direito de transmissão de jogos do Campeonato Brasileiro pelas emissoras de tevê será debatido na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado. Os senadores decidiram nesta terça-feira, por iniciativa da senadora Lídice da Mata (PSB-BA), ouvir em audiências públicas, ainda sem data marcada, os representantes de setores ligados ao assunto. Serão convidados para a primeira audiência o presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Fernando Furlan; os presidentes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, e do Clube dos 13, Fábio Koff, e representantes da Globo, Rede TV e Rede Record.

Em outra audiência, serão ouvidos os presidentes do Flamengo, Patrícia Amorim; do Bahia, Marcelo Guimarães; do Corinthians, Andrés Sanchez; do São Paulo, Juvenal Juvêncio; do Grêmio, Paulo Odone e o vice-presidente do Coritiba, Vilson de Andrade.

Lídice da Mata entende que da forma como as negociações estão sendo feitas, "poderá ocorrer um encolhimento dos times regionais que têm grandes torcidas, mas não têm projeção nacional". "Não podemos privar o torcedor de ver seu time", afirmou a senadora. Ela disse temer a adoção de medidas que restrinjam a transmissão a "clubes grandes, principalmente da Região Sudeste, deixando de fora os clubes de importância regional".

"A forma de transmissão que está sendo negociada pode até valer em outros países, como a Espanha que tem dois clubes fortes, Barcelona e Real Madrid, mas no Brasil é diferente por termos muito clubes e, entre eles, clubes de influência regional com grandes torcidas", disse.

Nenhum comentário: