quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Juliano e Rossine não enfrentam o Águia

 
rbfc_-_rossine_treino_fisico











Quarto colocado na tabela de classificação do Grupo 1 do Campeonato Brasileiro da Série C, com 07 pontos, mesma pontuação do Luverdense – MT, o Rio Branco terá duas baixas para o confronto deste domingo contra o líder Águia de Marabá. O atacante Juliano César e o meia Rossine. Os dois jogadores receberam o terceiro cartão amarelo e terão que cumprir suspensão automatica. Os substitutos começa a ser definidos no coletivo desta quarta-feira.
Responsavel direito pela boa movimentação da equipe na vitória fora de casa contra o Araguaína, o meia Testinha explicou à imprensa que os três pontos conquistados fora de casa foram importante para levantar a moral da equipe diante do jogo deste domingo contra o Águia de Marabá. O maestro espera um Rio Branco aplicado e focado na partida de domingo.
- É hora de buscamos um bom resultado diante de um grande adversário para continuarmos sonhando com a classificação, explicou ele.
Entre as opções do técnico Everton Goiano para o jogo de domingo aparecem os jogadores Paulinho Pitbull (volante) e o atacante Marcelo Brás. O primeiro cumpriu suspensão automática imposta ano passado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportivo, e o segundo, está recuperado de uma fratura na perna esquerda e pode ficar como opção.

ARBITRAGEM
O paulista Rodrigo Braghetto será o árbitro da partida deste domingo, às 18h, no estádo Arena da Floresta, entre Rio Branco FC x Aguia de Marabá. Os assistentes serão Ronieri Costa (RO) e Jean Carlos (AC).

PEDIDO DE DEMISSÃO?
Alegando ter sido injustiçado no futebol local, o técnico Everton Goiano chegou a pedir, no fim da tarde desta terça-feira, demissão do cargo de treinador do Rio Branco FC. O pedido de demissão ocorreu durante uma conversa com o presidente Natal Xavier na sede administrativa do clube.
Na semana passada, o profissional foi julgado à revelia e apenado com suspensão de um ano pela Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportivo da Federação de Futebol do Acre (Ffac). No relatório do árbitro, Carlos Santos, consta que o treinador Everton Goiano teria cuspido o quarto árbitro Fábio Santos, durante as finais do Campeonato Acreano.
Bastante cheteado com a punição imposta pelos auditores da Comissão Disciplinar, o técnico não quis falar com a imprensa durante o fim da tarde, apenas afirmando que estaria bastante chateado com a punição, pois nega veemente o fato de ter cuspido o quarto árbitro do jogo.
Mais tranquilo, já no período da noite, o técnico recuou do pedido, mas deixou claro que irá recorrer na setença. Nesta quarta-feira, o treinador promete conversar com a imprensa sobre o assunto.

Fonte: Manoel Façanha

Nenhum comentário: