segunda-feira, 1 de abril de 2013

Nota de Falecimento

 É com pesar e tristeza que a Associação dos Cronistas Esportivos do Acre (ACEA) comunica o falecimento de Ramiro Marcelo Bezerra Furtado, ex-presidente da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) e suplente do Departamento Cultural do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Acre (SINJAC).
 
Ramiro Marcelo estava internado na para tratamento de um câncer na cabeça, mas acabou não resistindo, entrando em óbito na manhã desta segunda-feira (1º). O cronista deixa três filhos e a esposa.
 
O corpo será velado na capela São João Batista, ocorrendo na manhã desta terça-feira, no sepultamento no Cemitério São João Batista.
 
ACEA perde um de seus presidentes
 
A notícia da morte do companheiro cronista esportivo Ramiro Marcelo deixou um enorme vazio no coração dos amigos da mídia esportiva, assim como de todos os militantes do esporte acreano.
 
Hoje, Ramiro Marcelo resolveu nos deixar para conviver ao lado do pai Celestial, exatamente na data de seu aniversário de 42 anos.
 
Trajetória
 
Quero compartilhar aos amigos que conheci Ramiro Marcelo há mais de dez anos, precisamente quando o saudoso cronista esportivo J. Edson (editor de Esporte de A Gazeta) tinha deixando o convívio na terra e passado a conviver com o Senhor Jesus Cristo, após um acidente automobilístico.
 
Com a vagância do cargo, Ramiro Marcelo foi convidado para assumir a editoria de Esporte do jornal de Silvio Martinello. Alguns dias depois, Ramiro arriscou uma ligação para mim na editoria do jornal O Rio Branco. Sempre muito amistoso fez a sua apresentação e trocamos algumas figurinhas a respeito da pauta daquele dia. Os dias se passaram e o meu telefone sempre tocava e, do outro lado da linha Ramiro Marcelo buscando confirmar algumas notícias ou até mesmo um aconselhamento de pauta. Foi o bastante para ficarmos grandes amigos.
 
O tempo passou e Ramiro Marcelo apreendeu a arte de escrever e, apesar de ser um concorrente, sempre tínhamos lealdade um para com outro, tanto que eu e a minha esposa, juntamente com ele e sua Benvinda, saímos para jantar por várias vezes. Era momento de esquecer o trabalho e nos divertimos com nossas amadas. Não éramos amigos, éramos quase irmãos. Ou como o Alberto Casas apelidou: o Zé Colmeia e o Catatau.
 
Na direção da ACEA
 
Em 2007, Ramiro Marcelo, então secretário da Associação dos Cronistas Esportivos do Acre (ACEA), aceitou a missão de assumir a direção da ACEA. Foi eleito por unanimidade e eu passei a responder pela secretária geral da entidade para ajudar na transição.
 
Apesar da pouca experiência no cargo, Ramiro Marcelo era dedicado e sempre buscava a minha pessoa para resolver os casos mais polêmicos da entidade. Passado dois anos de sua administração na entidade fez a transição e passou o poder da pasta para Leônidas Badaró, que ficou um ano no cargo, mas alegou problemas particulares, assim com Ramiro Marcelo reassumindo o cargo. Porém, seis meses depois (setembro/2011), o cronista passou mal e, depois de hospitalizado, descobriu um câncer na cabeça, assim pedindo afastamento da entidade.
 
Naquele momento difícil, eu não poderia deixar o colega na mão e, juntamente com o cronista esportivo Alberto Casas, passei a responder pela entidade. Neste período, não perdi o contato com o velho amigo Ramiro Marcelo, assim como sua esposa. Fiz algumas visitas a sua residência e hospitais (gostaria de ter feito bem mais), mas o dia a dia corrido impediam, apesar de jamais esquecer o companheiro.
 
Agradecimento
 
Neste espaço, gostaria de agradecer todos aqueles amigos que visitaram o Ramiro Marcelo. Agradeço ainda aos que não visitaram, mas apoiaram sua luta pela recuperação, não se esquecendo de agradecer ao senador Aníbal Diniz (PT) e sua assessoria, na pessoa do Gleison Gomes, que sempre estenderam a mão ao companheiro Ramiro Marcelo.
 
Por fim, quero dizer ao amigo Ramiro Marcelo que vá em paz. Pela simplicidade, honestidade, companheirismo e homem que soube honrar a família na terra, terá, com certeza, um lugar no céu reservado lado do Senhor Jesus Cristo.

Nenhum comentário: