segunda-feira, 15 de julho de 2013

Basa/BB Interior conquista XXI Copa Bancária de Futsal

Foto: Basa/BB Interior conquista XXI Copa Bancária de Futsal

POR MANOEL FAÇANHA

Invicto, o Banco da Amazônia/BB Interior conquistou no sábado (13), no ginásio bancário da AABB,  o título da XXI Copa Bancária de Futsal, ao derrotar a Caixa Econômica Federal, por 5 a 1.

Com a conquista, o o Banco da Amazônia/BB Interior garantiu vaga na próxima edição da Supercopa Bancária de Futsal, competição que ocorre neste segundo semestre, na capital Rio Branco.

O jogo começou corrido e nervoso, como toda decisão de futsal. O primeiro gol saiu de penalidade de Leitão em cima de Ronaldo. O próprio Ronaldo cobrou bem e abriu o placar a favor do o Banco da Amazônia/BB Interior. 

Usando da qualidade técnica e velocidade de jogadores, o Banco da Amazônia contou ainda no primeiro tempo com um erro na saída de bola da Caixa para ampliar o placar, com Ronaldo.

No segundo tempo, a Caixa iniciou o jogo buscando diminuir a vantagem do placar, mas esbarrou no goleiro Neto, e ainda levou dois gols em contra-golpes rápidos.

Nos minutos finais, através de Richard, a Caixa dimunuiu a vantagem no placar para o delirio de sua torcida, bem maior em relação ao do adversário. No entanto, o gol não abalou a equipe do Banco da Amazônia/BB Interior que ainda teve tempo de marcar o quinto gol.
Invicto, o Banco da Amazônia/BB Interior conquistou no sábado (13), no ginásio bancário da AABB, o título da XXI Copa Bancária de Futsal, ao derrotar a Caixa Econômica Federal, por 5 a 1.

Com a conquista, o o Banco da Amazônia/BB Interior garantiu vaga na próxima edição da Supercopa Bancária de Futsal, competição que ocorre neste segundo semestre, na capital Rio Branco.

O jogo começou corrido e nervoso, como toda decisão de futsal. O primeiro gol saiu de penalidade de Leitão em cima de Ronaldo. O próprio Ronaldo cobrou bem e abriu o placar a favor do o Banco da Amazônia/BB Interior.

Usando da qualidade técnica e velocidade de jogadores, o Banco da Amazônia contou ainda no primeiro tempo com um erro na saída de bola da Caixa para ampliar o placar, com Ronaldo.

No segundo tempo, a Caixa iniciou o jogo buscando diminuir a vantagem do placar, mas esbarrou no goleiro Neto, e ainda levou dois gols em contra-golpes rápidos.

Nos minutos finais, através de Richard, a Caixa dimunuiu a vantagem no placar para o delirio de sua torcida, bem maior em relação ao do adversário. No entanto, o gol não abalou a equipe do Banco da Amazônia/BB Interior que ainda teve tempo de marcar o quinto gol.
 
POR MANOEL FAÇANHA

Nenhum comentário: