quinta-feira, 4 de julho de 2013

Jogo de futebol acaba em jogador morto e juiz esquartejado












São Luís, MA, 04 (AFI) – Pode até parecer roteiro de um filme de terror, mas foi um fato real. E o pior, aconteceu no futebol brasileiro. No último domingo, uma partida amadora, realizada na cidade de Pio XII, no interior do Maranhão, terminou com um jogador assassinado e um árbitro esquartejado de forma brutal.
De acordo com informações da polícia local, tudo começou após a marcação de uma falta e a expulsão Josenir dos Santos Abreu, de 30 anos, em um lance do jogo. Revoltado com a decisão, o jogador passou a agredir o árbitro Otávio Jordão da Silva Cantanhede, de 20 anos, com pontapés.
O juiz, por sua vez, teria tirado uma faca da cintura e golpeado Josenir na região do tórax. Apesar de ter sido socorrido, o jogador não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo a caminho do hospital. No entanto, isso não foi o pior.
O assassinato causou a revolta de algumas pessoas que assistiam a partida. Um grupo de populares amarrou e iniciou cenas de brutalidade. Após agredirem e apedrejarem Silva, o grupo o matou e o esquertejou com uma foice. Não bastasse isso, ainda “pregaram” a cabeça em uma estaca, em uma cerca de arame farpado.
Agora, a polícia está usando vídeos gravados por celulares de algumas testemunhas para reconhecer quem foram os agressores. De acordo com o delegado da Regional de Santa Inês, Valter Costa, todos irão responder criminalmente. “Um crime não justifica o outro”, avisou.
Até a última terça-feira, apenas um suspeito havia sido preso. Luis Moraes Souza, 27 anos, foi detido na cidade de Lago Açu, também no Maranhão. Ele é acusado de ter participado diretamente do crime, ao lado de outros dois indivíduos já identificados: Francisco Edson Moraes de Sousa - que teria esquartejado a vítima - e Josimar de Sousa, ambos foragidos.
 
Agência Futebol Interior

Nenhum comentário: