quinta-feira, 20 de março de 2014

Fantasma do rebaixamento já derrubou quase 30 times pelo Brasil


Campinas, SP, 18 (AFI) – O ano de 2014 ainda nem completou seu terceiro mês e o fantasma do rebaixamento já atormentou quase 30 clubes. Depois de menos de 80 dias de bola rolando, nada menos que 28 clubes já amargaram a degola, considerando as três principais divisões paulistas e os demais 26 estaduais.
Por enquanto, o Paulistão Chevrolet conta com apenas um clube matematicamente rebaixado: o Paulista, que somou míseros dois pontos 14 partidas e pode encerrar sua participação sem uma vitória sequer. Nas Séries A2 e A3, nenhum clube teve a queda confirmada.
A campanha do Galo da Japi só não é a pior do Brasil, porque o Sport Campina, de Campina Grande, conseguiu uma campanha ainda mais patética. Em 14 partidas, o time somou apenas um ponto. Foram 13 derrotas, sendo várias por goleada como os 9 a 0 para o CSP. Com dez gols marcados e 54 sofridos, teve saldo negativo de 44.

Queda de tradicionais
Entre os degolados da temporada 2014, constam clubes tradicionais em seus Estados. O principal deles é o Vila Nova, segundo maior campeão em Goiás com 15 taças – atrás apenas do Goiás com 24. Vivendo uma profunda crise financeira, o Tigre teve seu rebaixamento decretado no último final de semana.
Outros tradicionais também já haviam surpreendido negativamente nesta temporada. Na primeira fase do Parazão, que foi disputada ainda no final de 2013, a Tuna Luso, detentora dez taças, caiu sem sequer enfrentar os rivais Paysandu e Remo, que entraram na segunda fase.
O Ferroviário também foi uma grande decepção para seus torcedores. O Ferrão foi rebaixado pela primeira vez em sua história. E olha que a diretoria apostava na contratação do veterano Iarley, ex-Internacional e Corinthians, para encerrar um jejum de quase 20 anos sem títulos do clube que é nove vezes campeão cearense.

Confira abaixo todos os rebaixados pelo Brasil:

Paulistão: Paulista
Baiano: Juazeiro e Botafogo
Brasiliense: Legião e Capital
Cearense: Crato, Ferroviário e Tiradentes
Gaúcho: Passo Fundo, Pelotas e São Luiz
Goiano: Vila Nova, Crac e Anápolis
Maranhense: Bacabal
Mineiro: Minas Futebol e Nacional
Paraense: Time Negra e Tuna Luso
Paraibano: Queimadense e Sport Campina
Pernambucano: Vitória
Potiguar: ASSU
Sergipano: Olímpico (WO)
Sul-Mato-Grossense: Maracaju, Aquidauanense, Itaporã e Urso
 
Fonte: Agência Futebol Interior

Nenhum comentário: