quinta-feira, 5 de maio de 2011

Corinthians muda mais uma vez início das obras de estádio

Responsável pela construção do estádio em Itaquera, o vice-presidente de marketing do Corinthians, Luis Paulo Rosenberg, demonstrou otimismo em relação às obras, embora mais uma vez o início tenha sido postergado em pelo menos um mês.
O prazo inicial era maio, como afirmara recentemente o próprio Rosenberg, mas agora ficou para junho.
“Estamos em busca do melhor acerto financeiro. De resto não há nada que impeça”, declarou o dirigente na tarde desta quinta-feira, no CT Joaquim Grava.
Ele assegurou que a futura casa corintiana será o palco da abertura da Copa do Mundo de 2014. “Começando em junho, é obra para 28, 30, 31 meses. Não tem problema, a gente termina isso serenamente. Sai estádio para a Copa, mas não sai para a Copa das Confederações.”
O principal entrave agora é a definição sobre os investimentos do BNDES. A questão do processo na Justiça em relação ao terreno, um problema que envolve a Prefeitura, foi solucionado, segundo Rosenberg.
“Era uma questão de vida ou morte. Não colocaria um trator lá enquanto não tivesse uma decisão favorável. Isso passou. Agora quem controla o começo da obra é realmente Corinthians e Odebrecht. Vamos fazer isso quando estiver tudo muito bem equacionado, não estou operando em ritmo de UTI”, observou.
Rosenberg ainda refutou a utilização de dinheiro público na obra. “Esse momento final de financiamento preciso ser bem claro, o formato completo do certificado de financiamento. Tem gente que fala que é pegar dinheiro da prefeitura e colocar no estádio. O BNDES não está botando nada aqui, está emprestando com garantias totais.”

Fonte: UOL Esportes

Nenhum comentário: