sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Meia-entrada na Copa-2014 custa US$ 100 milhões


A meia-entrada para idosos e estudantes em ingressos de jogos da Copa do Mundo de 2014 vai causar um prejuízo de US$ 100 milhões (cerca de R$ 180 milhões), segundo os cálculos da Fifa. A entidade já avisou o governo brasileiro que não aceita arcar com esse ônus.
A informação está na reportagem de Natuza Nery e Filipe Coutinho, com colaboração de Maria Clara Cabral. A íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha.
O preço total do ingresso é uma polêmica que tende a crescer com a proximidade da Copa. Na média, os ingressos nos últimos dois Mundiais custaram cerca de US$ 135 o valor no Brasil poderia chegar a uma média de US$ 70 com a meia-entrada.
Mas há uma ala de deputados na Câmara que afirma que, após as negociações, a Fifa pode tornar os preços mais altos e proibitivos para o torcedor brasileiro. Pelo atual texto da lei da Copa, que ainda não foi discutido pelo Congresso, a Fifa tem a palavra final para decidir quanto custará o ingresso com ou sem meia-entrada.
Procurada pela Folha, a entidade não quis comentar as negociações com o governo federal e afirmou que ainda não definiu os preços dos ingressos para o Mundial.

RODRIGO RÖTZSCHDO RIO

Um comentário:

ezequias disse...

meus amigos marcelo e deise estou otimista que o rbr vai recuperar esses pontos perdidos em casa e ainda vamos conseguir a clasificação pra serie B, vamos la um bom programa pra voce vou ta ligado mande um alo pra mim ezequias da aguaitur temos passagens pra todo pais e bons preços faça um mecham rsrs. um forte abraço amigos,