quarta-feira, 30 de abril de 2014

Sem datas, Paraibano pode terminar no 2º semestre e prejudicar Série D

João Pessoa, PB, 29 (AFI) - A cada dia que passa o futebol paraibano vem mostrando porque é um dos mais desorganizados do Brasil. Nesta terça-feira, a Junta Administrativa da Federação Paraibana de Futebol fez uma reunião com o diretor de competições da CBF, Virgílio Elísio, para tentar adiar alguns jogos da Série C e terminar o Campeonato Paraíbano antes da Copa do Mundo. Com a provável recusa, o estadual terminará no segundo semestre e comprometerá a Série D do Brasileiro.

Membros da Federação viajaram até o Rio de Janeiro para tentar adiar dois jogos do Treze e do Botafogo pela Série C para que o Paraibano termine antes da Copa do Mundo. A entidade máxima do futebol brasileiro prometeu a resposta nesta quarta-feira, mas adiantou que não deve ceder ao pedido dos paraibanos para não comprometer a terceira divisão nacional.

Além disto, a CBF proibirá que qualquer torneio seja disputado ao mesmo tempo da Copa do Mundo. Sendo assim, o restante do paraibano acontecerá apenas no segundo semestre. Isto fará com que a Paraíba não tenha representante na Série D, pois não haverá tempo hábil para que a Federação Paraibana indique o participante para a quarta divisão nacional.

Esta temporada, a ex-presidente da FPF, Rosilene Gomes, retirada do poder pela Justiça por irregularidades em sua reeleição, se superou e comandou um verdadeiro show de horrores no estadual. Além de um regulamento esdrúxulo, com dois turnos e nenhum critério, o Paraibano teve diversos problemas com a Justiça.

O Ministério Público vetou a maioria dos estádios da Paraíba por conta da péssima estrutura. Além disto, um torcedor morreu num destes locais, após cair de um fosso por falta de segurança.


Começou...
A presidente da FPF, Rosilene Gomes, não é nada querida pelos clubes que representam o futebol paraibano. A frente de presidência desde 1989, transformando o Futebol Paraibano praticamente em uma ditadura, ela só conseguiu a reeleição nas eleições de 2006 graças aos votos das Ligas Amadoras da Paraíba, porque os clubes profissionais são, em maioria, contra o que ela está fazendo com o futebol paraibano.


Vale lembrar que o futebol paraibano tem dois representantes na Série C do Campeonato Brasileiro: o Botafogo e o Treze. Mesmo assim, a Federação não dá apoio a esses clubes, que não têm Estádios decentes para realizarem seus jogos e acabam passando vergonha perante os adversários.

Além disso, o fato do Treze ter conseguido uma vaga na Série C do Campeonato Brasileiro de 2013 mostra a fraca organização do estado. O time tinha terminado a Série D do nacional de 2012 na quinta colocação, porém devido a problemas dos times que haviam terminado entre os quatro primeiros, o Treze entrou na Justiça e ganhou a vaga “no tapetão”, mostrando que o estado da Paraíba no meio futebolístico está desmoralizado.
 
Agência Futebol Interior

Nenhum comentário: