terça-feira, 1 de junho de 2010

Ibope aponta Flamengo como maior torcida




Estudo coloca o Rubro-Negro pernambucano como 11º na preferência nacional, à frente de Botafogo, Bahia e Fluminense


Por GLOBOESPORTE.COM Rio de Janeiro

Mais uma pesquisa de torcidas coloca o Flamengo como líder na preferência nacional no futebol, e mostra o Sport em ascensão. Após as pesquisas do Datafolha em abril e do Instituto Análise/Insight Comunicação em maio, o Ibope lançou nesta terça-feira novo estudo, que aponta percentuais parecidos aos divulgados pelo Datafolha, mas com uma margem de erro menor, de 1,2 ponto percentual para cima ou para baixo.

O Ibope ouviu 7.109 pessoas, a partir dos 10 anos de idade, no primeiro trimestre de 2010, em 141 cidades "de todos os tipos e tamanhos", de acordo com o diário Lance, que encomendou a pesquisa. O estudo apontou o Flamengo como maior torcida do país, com 17,2% dos torcedores brasileiros e um total de 33,2 milhões de pessoas. O Corinthians é o segundo colocado, com 13,4% e 25,8 milhões de torcedores. O São Paulo aparece novamente na terceira posição, com 8,7% e 16,8 milhões.

Palmeiras, com 6%, e Vasco, com 4,1%, vêm logo atrás. Surpreendentemente, o Sport aparece em 11º lugar, com 1,7% da preferência nacional, à frente de Botafogo (12º), Bahia (13º) e Fluminense (14º), empatados com 1,6% da torcida brasileira. Já o Atlético-MG, que na pesquisa do Instituto Análise/Insight Comunicação aparecia com apenas 1% dos torcedores adultos do país, tem 2,6% de acordo com o Ibope e é a nona maior torcida.

Na pesquisa do Datafolha, o Flamengo aparecia com 17%, o Corinthians com 14% e o São Paulo, com 8%, mas a margem de erro era de 2%, o que configurava empate técnico entre o Rubro-Negro carioca e o Alvinegro paulista. Na pesquisa do Ibope, o Flamengo pode ter entre 18,4% e 16%, enquanto o número do Corinthians vai de 14,6% a 12,2%.

O TAMANHO DAS TORCIDAS NO BRASIL

Flamengo 17,2% (33,2 milhões)
Corinthians 13,4% (25,8 milhões)
São Paulo 8,7% (16,8 milhões)
Palmeiras 6,0% (11,6 milhões)
Vasco 4,1% (7,9 milhões)
Grêmio 4,0% (7,7 milhões)
Cruzeiro 3,5% (6,8 milhões)
Santos 2,7% (5,2 milhões)
Atlético-MG 2,6% (5,0 milhões)
Internacional 2,5% (4,8 milhões)
Sport 1,7% (3,3 milhões)
Botafogo 1,6% (3,1 milhões)
Bahia 1,6% (3,1 milhões)
Fluminense 1,6% (3,1 milhões)

Um comentário:

Marcos Macelo disse...

Sempre foi! Porque a Nação é a Nação!