segunda-feira, 26 de julho de 2010

Mano faz a primeira convocação e só mantém 4 jogadores da Copa da África

 
DE SÃO PAULO
Mano Menezes fez a sua primeira convocação oficial como técnico da seleção brasileira nesta segunda-feira, no mesmo dia em que foi apresentado para a função, e manteve apenas quatro jogadores que disputaram o Mundial na África do Sul: Daniel Alves, Robinho, Ramires e Thiago Silva.
Divulgacao CBF
O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, e o novo técnico da seleção, Mano Menezes
O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, e o novo técnico da seleção, Mano Menezes
O treinador, que se desligou do Corinthians após a vitória no domingo por 3 a 1, pelo Campeonato Brasileiro, chega para o lugar de Dunga, que foi demitido do comando do Brasil após a equipe ser eliminada nas quartas de final da Copa do Mundo da África do Sul ao perder por 2 a 1, de virada, para a Holanda, no começo de julho.
Os 24 jogadores (12 atuam fora do país) convocados participarão do amistoso em 10 de agosto contra os Estados Unidos, em Nova Jersey (EUA). Hernanes ou Sandro, porém, vai ser cortado, porque um deles defenderá seus times na final da Libertadores.
Veja a lista abaixo:
Goleiros
Victor (Grêmio)
Jeferson (Botafogo)
Renan (Avaí)
Zagueiros
David Luiz (Benfica-Portugal)
Henrique (Racing Santander)
Réver (Atlético-MG
Thiago Silva (Milan-Itália)
Laterais
Rafael (Manchester United)
Marcelo (Real Madrid)
Daniel Alves (Barcelona)
André Santos (Fenerbahce)
Volante
Sandro (Inter-RS)
Hernanes (São Paulo)
Jucilei (Corinthians)
Lucas (Liverpool)
Ramires (Benfica)
Meia
Carlos Eduardo (Hoffenheim-Alemanha)
Ederson (Lyon-França)
Ganso (Santos)
Atacantes
Alexandre Pato (Milan)
André (Santos)
Diego Tardelli (Atlético-MG)
Neymar (Santos)
Robinho (Santos)
ADEUS AO CORINTHIANS
Sob os gritos de "Mano é seleção", o agora ex-técnico do Corinthians, Mano Menezes, teve uma despedida de "gala" no Pacaembu, após a vitória por 3 a 1 sobre o Guarani, neste domingo, que valeu a liderança do Campeonato Brasileiro ao término da 11ª rodada.
Logo em seguida, Mano deu uma volta olímpica no campo, antes de ser abraçado e levantado por boa parte dos jogadores da equipe alvinegra.
"Ele [Mano] tem toda a bagagem para aguentar a pressão com a Copa sendo aqui no país. A seleção está em boas mãos", disse o lateral Roberto Carlos.

Nenhum comentário: