quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Adversário do Rio Branco na Copa do Brasil fica sem técnico

  • Sérgio Soares não resistiu à nova derrota e caiu Sérgio Soares não resistiu à nova derrota e caiu
Repetindo o mesmo roteiro da temporada passada, o Atlético-PR troca de treinador logo no início do Paranaense. O técnico Sérgio Soares deixou o clube  nesta quinta-feira, depois da derrota por 2 a 0 para o Cascavel, o terceiro revés em seis rodadas da competição e que fez o time ficar a seis pontos do líder Cianorte.

Segundo versão oficial, publicada no site do clube, Soares pediu demissão na tarde desta quinta. A diretoria já procura um substituto. Enquanto isso, o auxiliar Leandro Niehues assume a equipe e deve dirigi-la no clássico com o Paraná, no próximo domingo, na Arena da Baixada.

A saída precoce do treinador é praticamente uma reprise do ocorrido em 2010, quando Antônio Lopes foi demitido logo no início da competição, sendo substituído por Niehues. A diferença é que Lopes tinha um saldo amplamente positivo na temporada. Em 13 jogos, havia perdido apenas uma vez.
Sérgio Soares assumiu o Atlético em outubro de 2010, no lugar de Paulo César Carpegiani, que se transferiu para o São Paulo. No Brasileiro, conseguiu conduzir a equipe ao quinto lugar. Ele comandou  o time em 17 jogos e conseguiu um aproveitamento de 53% dos pontos disputados, com 8 vitórias, 3 empates e 6 derrotas. A estreia foi em 6 de outubro diante do Vasco, na Arena. com um empate sem gols.

João Carlos de Santa
Em Curitiba*

Nenhum comentário: