sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Alberto Casas será candidato nas eleições da Fafs



O cronista esportivo Alberto Casas e o árbitro/assistente Civaldo Neri serão os candidatos da chapa de situação às eleições da Federação Acreana de Futsal (Fafs), dia 03 de março, no auditório da Federação de Futebol do Acre (Ffac). O edital de eleição será publicado na próxima semana, segundo informou o presidente da Federação Acreana de Futsal, desportista Auzemir Martins. O dirigente explicou que apenas terão direito a voto os clubes que estejam com suas obrigações em dias com a entidade, num alerta aqueles clubes que estão inadimplentes com a entidade. O novo presidente terá mandato de três anos.

Mudança das regras

Desde 1° de janeiro entrou em vigor as novas regras da modalidade de futsal. Conforme o presidente da Fafs, desportista Auzemir Martins, as mudanças ocorrem ainda no mês de setembro e foram sugeridas pela comissão de arbitragem da Federação Internacional de Futebol (FIFA), mas apenas neste ano começaram a vigorar.

Um das mudanças envolve a participação dos goleiros. A nova regra explica que a partir do momento que o goleiro efetuar o arremesso de meta, ele não mais poderá receber a bola em qualquer parte da quadra sem ela tocar no adversário. Caso ele receba a bola sem ela pegar em algum jogador do outro time, será dado tiro livre indireto. Outra mudança que chama atenção está relacionada ao apito final do cronômetro. Caso a bola entre no gol ou toque no goleiro e ultrapasse a linha, o gol é validado. No entanto, caso ela toque em qualquer outro jogador, a jogada é terminada e a arbitragem pode encerrar a partida. Antes disso, o disparo da sirene significava automaticamente o final do jogo.

Começou em setembro

É bom lembrar que todas as competições internacionais da modalidade realizadas a partir de setembro de 2010 já foram dentro das novas regras. Dentre elas, podem ser destacadas o 6° Grand Prix de Futsal, o Campeonato Sul-Americano sub-20, o I Torneio Mundial de Futsal Feminino e todos os amistosos da Seleção Brasileira.

Nenhum comentário: