segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Giro pelos Estaduais



Campeonato Carioca

Não chegou a ser uma rodada eletrizante, mas teve boas alternativas. Tirando o previamente sabido primeiro lugar do Flamengo em sua chave, todo o restante foi diferente do que era antes da bola rolar. Botafogo deu mole para um pequeno outra vez e só empatou com o Macaé, abrindo passagem para o primeirão da Chave B ser do Fluminense, vencedor sobre o Madureira com a quinta fatura de Rafael Moura em três partidas - e detalhe importante: duas delas na Libertadores, o que dá peso extra ao momento. Isto coloca o Fogão no caminho do Mengão para o enésimo episódio do clássico carioca mais reprisado dos últimos anos.

Enquanto isso, o Flu pegaria o Resende. Só que este perdeu para o rubro-negro pela contagem mínima. Até tava tudo bem, isso lhe classificaria mediante combinação favorável. Mas a definição do pequeno classificado foi espetacular, com o Boavista derrotando o Nova Iguaçu no último minuto (quando a partida do Resende já tinha terminado). Max foi o cara com trinca particular. Um triunfo surpreendente, já que era o menos cotado dos três. Assim, teremos no sábado Fluminense x Boavista e no domingo Flamengo x Botafogo. Enquanto isso, o torneio de consolação (Taça Washington Rodrigues) vai de Resende x Bangu e Nova Iguaçu x Olaria.

Quanto ao "homicídio futebolístico multiplamente qualificado" do Vasco no América, basta acrescentar essa: a última vitória por 9 gols de diferença do Cruzmaltino tinha sido em Fevereiro de 1984, contra a Tuna Luso, pelo Campeonato Brasileiro. A diferença: sábado, não houve autor de quatrilho igual a Arturzinho há 17 anos.


Cabofriense 2 x 0 Duque de Caxias
Nova Iguaçu 3 x 5 Boavista
Americano 2 x 1 Volta Redonda
Olaria 1 x 0 Bangu
Flamengo 1 x 0 Resende
Botafogo 1 x 1 Macaé
Madureira 0 x 1 Fluminense
Campeonato Gaúcho

Em determinado momento chegou a haver Gre-Nal nas quartas de final do primeiro turno mediante a combinação de resultados. Mas tudo mudou e o Tricolor pegará o Ypiranga, ficando o Colorado em duelo da Capital contra o Cruzeiro. Os gremistas estrearam Carlos Alberto, mas quem apareceu bem foi Rodrigo Mendes (lembram dele?) na dobra sem vazamento do Novo Hamburgo, eliminado por detalhes, mas que findou sequência invicta de 15 pelejas dos azuis. Os colorados saíram perdendo e precisavam vencer para garantir presença. Leandro Damião estava com a macaca, já diria Jane para Tarzan, e meteu trinca particular decisiva para a vaga vermelha e eliminação do Lobo. Este jogo marcou a estreia do tangueiro Cavenaghi, ingresso à relva na segunda etapa. Sábado, contra o Cruzeiro, está confirmado time B.

O Caxias fechou em primeiro no grupo do Inter e pegará o Veranópolis, enquanto o Juventude foi segundo na chave do Grêmio e joga contra o São José da Capital. É partida única nesta fase, com mando de campo das duplas Gre-Nal e Ca-Ju por ficarem nos primeiros e segundos lugares.







Lajeadense 0 x 0 Juventude
São Luiz 1 x 2 Cruzeiro
Ypiranga 4 x 2 Veranópolis
Novo Hamburgo 2 x 0 Grêmio
Canoas 2 x 2 Inter SM
Internacional 3 x 2 Pelotas
São José 5 x 0 Santa Cruz
Caxias 1 x 0 Porto Alegre

Campeonato Paulista
 
Sobre o Americana o Palmeiras a liderança retomou com 19 pontos, um a mais que o Santos. Mirassol tá bem na foto, terceirão após vencer o São Caetano de virada. Quarto lugar, com 15 pontos, é do São Paulo, cujo 3 x 2 na Portuguesa representou a quinta vitória seguida sobre a rival no Canindé e deixou Rogério Ceni pertinho do centésimo (a dois segundo contas dele e do clube, a quatro conforme a FIFA). Lamentável a pancadaria no vestiário rubroverde com Heverton, autor dos dois gols da equipe, como alvo principal. É por coisas assim que a Lusa não vai para a frente. Corinthians é sexto com 13 pontos após "oxar" com o Paulista, e a Ponte Preta é oitava com 12 após derrotar o São Bernardo, que levou mais de 11 mil pessoas ao estádio mesmo nos últimos lugares.

Portuguesa 2 x 3 São Paulo
Paulista 0 x 0 Corinthians
Bragantino 2 x 1 Ituano
Oeste 1 x 1 Mogi Mirim
São Bernardo 0 x 1 Ponte Preta
Mirassol 3 x 1 São Caetano

Mais Estaduais

Mineiro - O 4 x 3 no Cruzeiro que manteve o Atlético com 100% no campeonato não foi o único da rodada. Tupi também aplicou o mesmo escore no Democrata. E Diego Tardelli não ficou sozinho nas trincas particulares. Fábio Júnior repetiu a dose nos 4 x 1 do América (no primeiro jogo após o assassinato do William Morais) sobre o Ipatinga. Recém foram jogadas 3 rodadas e o Coelho é o segundo com 7 pontos, enquanto a Raposa divide o terceiro com o Guarani 1 ponto atrás.


Campeonato Catarinense

Mal acaba a rodada e recebo a justa e devida corneta de Suyanne Quevedo, a quem desafiei para uma disputa de palpites: "Pois é, Edu! Quero dizer que fiz 4 pontos (placar cravado, como o da Chapecoense, vale 2). Você fez apenas 2 pontos. Aqui no ranking das internas, estou disparadaaaaaaaa na frente." Minha sorte é que ela não passou nenhum mico para eu pagar, senão estava perdido (risos). Mas na base do "o dobro ou nada", já a desafiei para uma segunda disputa assim que começar o returno. E já aproveitei para convidar para o mesmo um conviva do Twitter, o Rodrigo Braga, do Hora de Santa Catarina. "Palpiteiro furado"? Sim. Mas ainda vencerei!


Marcílio Dias 3 x 2 Criciúma
Figueirense 4 x 1 Imbituba
Joinville 1 x 4 Metropolitano
Chapecoense 3 x 1 Brusque



Paranaense - Atlético suou para vencer com apertos ao Paranavaí e ir a 18 pontos, mas o Coritiba trincou o Roma Apucarana e, com cinco pontos a mais, pode levar o primeiro turno já no próximo domingo se empatar o Atle-Tiba. Quanto ao Paraná e seus 2 pontos em 27 disputados, bom... Nem tem graça falar qualquer coisa mais.

Baiano - Outro tricolor que tá uma fiasqueira tremenda é o Bahia, ontem derrotado pelo Camaçari e agora somando média de 1 ponto por jogo (7 pontos em 7 rodadas), penúltimo colocado de sua chave, liderada pelo Bahia de Feira com 15 pontos. Vitória deu de três no Atlético e lidera seu grupo com 14 pontos.

Pernambucano - Caruaru segue na frente via Central, que bateu o Vitória e foi a 26 pontos. Porto empatou com o Petrolina e, com 22, divide o segundão com o Santa Cruz, igual com a Cabense (e de derrocada significativa: apenas uma vitória nas últimas cinco atuações), e Náutico, que empatou o Clássico dos Clássicos com o Sport, que está na sexta posição com 15 pontos. Esta rodada fechou a primeira metade da classificação.

Cearense - Já assegurado na semifinal do turno, o Ceará ganhou do Tiradentes e, com a sétima vitória consecutiva, foi a 28 pontos. Com 21 está o Fortaleza, que quinou o Crato. E o Ferroviário, bem... Perdeu para o Guarani aos 47 do segundo tempo e é lanterna com 4 pontos. Nada mais precisa ser dito.

Potiguar - Deu ABC no clássico sobre o América por 1 x 0. Após 5 rodadas, eles estão empatados em 12 pontos, mas com 1 a mais lidera o Santa Cruz.

Goiano - Atlético derrotou o Crac por 4 x 2 em peleja de fortes emoções no segundo tempo: 3 x 0 a 33 minutos, 3 x 1 a 40, 3 x 2 a 44 e 4 x 2 a 49. Vila Nova também teve emoção até o fim para ganhar do Aparecidense aos 45 da etapa final. Goiás apenas "oxou" com o Goianésia. Passadas 8 rodadas, o Atlético lidera com 21 pontos, contra 18 da Anapolina, 17 do Vila e 14 do Goiás.

Paraense - De virada, o Remo enfiou 3 x 1 no Paysandu com 38 mil fãs presentes ao Mangueirão e tomou a liderança do primeiro turno, 13 pontos a 12.



Fonte: Papo de bola

Nenhum comentário: