sábado, 14 de maio de 2011

Itaquerão custa um bilhão e setenta milhões de reais

Ministro dos Esportes quer a ajuda de Geraldo Alckimin
Orlando Silva, Gilberto Kassab, Geraldo Alckmin, Andrés Sanchez e Luciano Coutinho, presidente do BNDES, reuniram-se ontem à noite no Palácio dos Bandeirantes.
A Odebrecht havia informado o Corinthians poucas horas antes que o valor da obra do Itaquerão nos moldes exigidos pela Fifa para a Copa do Mundo custará a fortuna de R$1.070.000.ooo,00 (Um bilhão e setenta milhões de reais).
O encontro serviu para o presidente corintiano repassar a informação ao governador.
Durante a reunião, o ministro Orlando Silva tentou convencer Geraldo Alckmin a liberar os R$370 milhões que faltam para a construção do Itaquerão.
O ministro lembrou Geraldo Alckmin do impacto político negativo na carreira dele caso São Paulo não receba a abertura da Copa.
Entenda a conta
A Odebrecht vai pegar R$400 milhões emprestados no BNDES.

Outros R$300 milhões sairão do CID (Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento) e já foram confirmados pelo prefeito Gilberto Kassab.
Faltam os tais R$370 milhões que Orlando Silva cobrou do governo paulista.
Vale lembrar que Geraldo Alckmin sempre se posicionou contra a o uso de verba pública no estádio particular.
Aplaudo o governador pela postura e torço para que continue firme.

De Vitor Birner

Nenhum comentário: