sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Everton Goiano faz duas mudanças no Estrelão














No primeiro coletivo da semana, visando à batalha da Arena da Floresta, marcada para esse 11 setembro, dez anos após a queda das duas torres do World Trade Center (Torres Gêmeas), ocorrida nos Estados Unidos, contra o Paysandu, o técnico Everton Goiano, do Rio Branco, armou o time com duas mudanças em relação ao time que derrotou o Luverdense, em jogo ocorrido domingo, em Lucas do Rio Verde (MT), por 1 a 0. Na lateral direita, Pedro Balu cede lugar para o então suspenso Ley.

No meio campo, o maestro Testinha será o substituto de Paulinho Pitbull. As duas mudanças deixam o time mais ofensivo, mas por outro lado, perde no setor de marcação. O provável time para o jogo deste domingo é o seguinte: Rafael Córdova, Ley, Luciano, Rodrigão e Ananias; Zé Marco, Ismael, Rossini e Testinha; Juliano César e Souza Baiano.

Mestre na bola parada

Jogando em casa e precisando da vitória para garantir a classificação sem depender de uma combinação de resultado, Everton Goiano acredita que pode encontrar o equilíbrio na formação testada no coletivo desta quinta-feira.

O bom primeiro tempo do maestro Testinha diante do Águia de Marabá e o poder de reorganizar o time dentro do gramado foram fatores que contribuíram para o treinador optar pelo atleta para o confronto decisivo deste domingo. Outra boa justificativa para a escalação do maestro é a boa bola parada do meia, que muitas vezes está sendo decisiva em jogos difíceis como é o esperado para domingo.

Favoritismo é deles, diz Ananias

Ciente de um confronto pra lá de difícil, o lateral esquerdo Ananias não esconde que o time terá uma missão árdua. O lateral que cresceu de produção nos últimos jogos após a ausência do então titular Rogério, não fala de favoritismo por parte do time acreano para vencer o duelo, preferindo passar o rótulo para o adversário (Paysandu).

Por fim, Ananias faz um discurso de pé no chão e de muito trabalho para conseguir a classificação em casa, mas não se esquece de convocar o torcedor acreano para empurrar o Estrelão: - Será um jogo difícil, onde o nosso torcedor pode fazer a diferença a nosso favor.
Fonte: Manoel Façanha

2 comentários:

Gilson disse...

Galera acreana, vamos lotar a Arena e calar o boca do pessoal da rádio clube do Pará, eles sempre detonam o Rio Branco, mas agora estão com medo do paysandu não passar de fase.

Gilson disse...

O pessoal do paysandu, só falam que se o Rio Branco não fizer logo um gol nos primeiros minutos a torcida vai ficar contra o time. Coitados e iludidos, contra o Águia o gol da vitória saiu nos acréscimos do segundo tempo e a torcida ainda estava completamente no estádio acreditando na equipe. Vai sonhando papinha.