terça-feira, 13 de dezembro de 2011

CBF revisa ranking técnico de clubes e coloca o Santos como novo líder

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) divulgou nesta terça-feira seu novo ranking de clubes, atualizado com o desfecho da temporada e, pela primeira vez, levando em conta a unificação de títulos nacionais, de 1959 a 1970. Desta forma, a relação apresenta o Santos como o primeiro colocado, com 2358 pontos.
O Palmeiras é o segundo colocado, do ranking, com 2306. Vasco, Grêmio, Flamengo, Corinthians, Cruzeiro, Inter, São Paulo e Atlético-MG completam o Top 10, nesta ordem.

OS 20 PRiMEIROS DO RANKING DA CBF

1. Santos - 2358 11. Botafogo - 1846
2. Palmeiras - 2306 12. Fluminense - 1841
3. Vasco - 2234 13. Coritiba - 1588
4. Grêmio - 2208 14. Bahia - 1586
5. Flamengo - 2207 15. Goiás - 1556
6. Corinthians - 2197 16. Guarani - 1547
7. Cruzeiro - 2114 17. Sport - 1539
8. Inter - 2111 18. Portuguesa - 1446
9. São Paulo - 2109 19. Atlético-PR - 1428
10. Atlético-MG - 2080 20. Vitória - 1392
Pelos critérios expostos pela CBF, cada campeão brasileiro recebe 60 pontos. O vice do mesmo ano leva 59, e assim por diante. Os participantes das divisões menores também recebem pontuação no ranking: o vencedor da Série B leva 40 pontos, o da Série C fica com 20 e o da Série D, com 10.
A Copa do Brasil também oferece bonificação para os participantes. O campeão leva 30 pontos, o vice fica com 20 e os semifinalistas com 10. A pontuação é oferecida até a fase em que 32 equipes disputam o torneio.
A dobradinha Santos-Palmeiras na ponta do ranking pode ser explicada pela adição de títulos nacionais feita através do reconhecimento dos títulos nacionais pré-Brasileirão, nos torneios antes de 1971. Neste período, em que registram disputas da Taça Brasil e do torneio Roberto Gomes Pedrosa, os santistas conquistaram seis títulos, enquanto que os palmeirenses tiveram quatro taças.
Estes dois clubes paulistas são os maiores vencedores de competições nacionais, com oito títulos nacionais e uma Copa do Brasil. O Palmeiras ainda conta com um título de Série B.

APLICAÇÃO DO RANKING NA COPA DO BRASIL

A partir de 2013, a importância do ranking nacional da CBF vai deixar de ser simbólica. A posição dos clubes na lista pode servir de "atalho" na Copa do Brasil, que sofreu grandes mudanças no calendário anunciado por Ricardo Teixeira há duas semanas.
O novo sistema vai permitir que os clubes que disputam a Libertadores entrem na Copa do Brasil somente nas oitavas de final. No ano em que o Brasil tiver cinco, e não seis clubes na competição continental, o melhor brasileiro do ranking vai ganhar o direito de entrar no "mata-mata" nacional direto entre os 16 melhores.

Nenhum comentário: