terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

CBF define diretrizes da Série C 2012 e faz mudanças radicais. Confira!

Assim como as Séries A e B, a Terceirona terá duração de maio até o final do ano

Rio de Janeiro, RJ, 07 (AFI) – Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou, na tarde desta terça-feira, as diretrizes do Campeonato Brasileiro da Série C de 2012. A principal novidade é a mudança de regulamento. Neste ano, a competição será dividida em dois grupos de dez clubes cada e manterá os participantes em atividade por todo o ano. O início está previsto para 27 de maio e a grande final será em meados de novembro.

Nas últimas três edições, a Série C foi dividida em quatro grupos regionalizados de cinco clubes cada. Por conta do pouco número de jogos – apenas oito na 1ª fase contra 18 em 2012 -, o campeonato era disputado apenas no segundo semestre. Com isso, embora tenha regulamento diferente, a Terceirona passa a ter um calendário longo, alinhado com o Brasileirão e a Série B, que também começam em maio e terminam no final do ano. Com a nova fórmula de disputa, os clubes se enfrentaram em jogos de ida e volta dentro dos próprios grupos. Ao término das 18 rodadas, os quatro primeiros colocados de cada chave se classificam para as quartas-de-final, que será disputado no sistema mata-mata.
A partir desta fase, os clubes dos dois grupos se cruzarão. Após os duelos de ida e volta, os quatro vencedores das quartas garantem o acesso para a Série B 2013, além de passarem à semifinais. Esta fase seguirá a mesma fórmula, assim como a grande final, onde será definido o campeão.
“Com esse novo sistema, passamos a ter 60 clubes com calendário anual (somatória das Séries A, B e C). Isso é melhor para as equipes conseguirem patrocínio, os jogadores se manterem empregados o ano inteiro, e para os torcedores acompanharem as partidas”, explicou o diretor do Departamento de Desenvolvimento e Projetos, Reinaldo Bastos.

Mais investimentos?

Pelo menos no discurso, a CBF garante que os clubes terão a oportunidade de arrecadarem mais com o novo regulamento. Isso porque a Série C também terá transmissão em TV fechada. A Rede Globo adquiriu os direitos da competição e deve repassá-los ao Sportv. Esta seria uma das saídas para o canal pago preencher sua grade, já que agora conta com três canais.
Além da visibilidade pelas transmissões, outro fator apontado pela CBF é o maior número de datas. A promessa é de que não hajam rodadas de meio de semana, o que aumentará o tempo de preparação dos clubes e, consequentemente, tende a melhorar o nível técnico da competição.
Os 20 times também receberão uma ajuda de custo da entidade máxima do futebol. A CBF v ai pagar o deslocamento das equipes para até 25 pessoas na delegação, como transporte, estadia em hotéis e alimentação, além de todas as despesas relativas à arbitragem.

Nenhum comentário: