terça-feira, 29 de maio de 2012

CBF tenta cassar liminar de briga por vaga

A data de início dos Campeonatos Brasileiros das séries C e D continuam indefinidas. segunda-feira (28), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) se mostrou preocupada com o caso dos dois campeonatos. A CBF pretende cassar, até hoje, as liminares de Treze Futebol Clube (PB) e Santo André (SP), que brigam com Grêmio Brasil (RS) e Rio Branco (AC), respectivamente, por vaga nos campeonatos.

A maior preocupação nesse momento, segundo o departamento jurídico da entidade máxima do futebol, é que a decisão não se encaminhe para o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), pois o prazo para a definição seria de até 90.

Se tudo acontecer dentro dos planos, os torneios iniciam no próximo domingo, três de junho, normalmente. O problema é que, caso não ocorra a cassação, duas semanas de atraso vão se formar para as 60 equipes evolvidas nos dois certames nacionais, incluindo as paraenses, Clube do Remo, Paysandu e Águia. Os dias sem competição já passarão a prejudicar financeiramente os clubes, pois todos já começam a perder dinheiro de renda de jogos.

Para ter um início imediato, as equipes do Brasil e do Treze teriam que retirar suas ações da Justiça comum ou entrar em algum acordo. As duas possibilidades foram descartadas por ambas as equipes. O Papão, que deveria ter estreado em casa no último domingo contra o Luverdense (MT), é o melhor exemplo de time lesado. “Foi bom adiar em uma semana. Mas, se passar a demorar muito, já começa a nos prejudicar. Mais que isso, não será bom”, afirmou Roberval Davino, técnico do Paysandu, domingo, no programa Bola na Torre da RBATV.

O treinador se referia a parte técnica, porém, a diretoria precisa de dinheiro para pagar jogadores, principalmente os recém-contratados. O mesmo vale para Leão e Azulão.
Fonte: Diário do Pará
 

Nenhum comentário: