segunda-feira, 4 de junho de 2012

Dirigentes vão até o Rio de Janeiro cobrar da CBF o início da Série C

Rio de Janeiro, RJ, 04 (AFI) - Cansados de esperar uma decisão da Justiça e da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) que dê início às Série C e D do Campeonato Brasileiro, presidente e dirigentes dos clubes envolvidos irão até o Rio de Janeiro para cobrar uma atitude. O encontro será realizado nesta terça-feira, às 15h, na sede da entidade.

Três dias do início das competições, prevista para o dia 26 de maio, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) acatou uma liminar do Santo André e suspendeu o início das competições.
O presidente do Fortaleza, Osmar Baquit (foto), um dos mais empenhados no encontro, já está no Rio de Janeiro, onde se reuniu na manhã desta segunda-feira com o experiente advogado Osvaldo Sestário Filho, quando trataram do assunto de forma mais amiúde. Os dois buscaram a melhor forma de se dar um fim a esse imbróglio, que está trazendo prejuízos incalculáveis aos clubes das Séries C e D.
Segundo Baquit, todos os presidentes de clubes da Série C foram contatados, e a tendência é que os dirigentes dos vinte clubes compareçam ao encontro dessa terça feira-feira, na sede da CBF, em busca de uma solução imediata para o rumoroso caso. Porém, alguns clubes alegam que não foram convidados.

AgilizarUm dos clubes que não foi convidado para a reunião desta terça-feira foi o Brasil de Pelotas. Mesmo assim, de acordo com o advogado do clube, André Araújo, o encontro poderá agilizar o início da competição.
"Estamos esperando o resultado desta reunião. Mesmo sem saber exatamente o que será discutido, acredito que o que for definido no encontro poderá agilizar o início das Série C do Brasileiro", ressaltou.

Nenhum comentário: