sexta-feira, 1 de junho de 2012

Série C: Paysandu irá propor novo campeonato à CBF


Rio de Janeiro, RJ, 01 (AFI) – O Campeonato Brasileiro da Série C segue paralisado e sem previsão para começar. Tendo em vista todo este imbróglio e omissão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o Paysandu irá propor, ao lado de outros clubes, a criação de um novo campeonato em 2012, parecido com a Copa João Havelange, que aconteceu em 2000 e divida em quatro módulos.

O clube paraense tomou a decisão tendo em vista que está sendo prejudicado, na questão financeira, com as brigas judiciais. Apesar do campeonato paralisado, o Paysandu está pagando os salários de seus jogadores, como também corre contra o tempo para agendar amistosos. Elenco treina diariamente para no final continuar sem saber quando entrará em campo.

Presidente do Paysandu, Luiz Omar Pinheiro argumenta que o clube não terá dinheiro para quitar os salários sem a renda de jogos. O dirigente estará entregando à CBF, na próxima segunda-feira, um documento propondo um novo campeonato, só que com 18 clubes, sem a presença de Santo André e Rio Brancos, dois que estão ao lado de Brasil de Pelotas e Treze da Paraíba na Justiça por uma vaga na Terceira Divisão.
Esta nova competição deverá lembrar a Copa João Havelange de 2000, organizada na época pelo Clube dos 13. Na ocasião, 116 clubes foram incluídos no mesmo campeonato, só que separados em módulos Azul, Amarelo, Verde e Branco. Vasco da Gama e São Caetano fizeram a decisão e os cariocas levaram a melhor (quarto título Nacional do clube).
A Copa precisou ser organizada pelo Clube dos 13, devido a uma briga judicial da CBF com o Gama-DF, que não aceitou o seu rebaixamento à Série B de 1999 e entrou na Justiça Comum para retornar a elite. Como a ação demoraria a ser concluída, um acordo foi feito para que outra entidade organizasse o torneio. Mais tarde, depois de banido pela Fifa, o clube brasiliense voltou atrás, retirou o processo e seguiu jogando normalmente. No ano seguinte a CBF retomou o comando e voltou a organizar o Campeonato Brasileiro.
Brigas e mais brigasO Brasil de Pelotas foi punido na temporada passada por escalar o lateral Cláudio de forma irregular na primeira fase. Ele teria que cumprir suspensão do ano anterior, quando atuava pelo Ituiutaba (hoje Boa Esporte). Com a perda de seis pontos, acabou caindo para a lanterna de sua chave e rebaixado para a Série D.
 
 
Agência Futebol Interior

2 comentários:

Anônimo disse...

kakaka...kakaka.kakakakakakak...

Marcos disse...

o paysandu só pode é ter medo do rio branco ou pura enverja.