terça-feira, 17 de julho de 2012

Série C: Grupo A pode terminar a primeira fase com nove clubes


Rio de Janeiro, RJ, 17 (AFI) – A alegria do torcedor trezeano em ver o seu time no Campeonato Brasileiro da Série C pode ter prazo de validade. É que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) pode excluir o clube paraibano após julgamento de uma comissão disciplinar no mês de agosto.

Caso o Treze venha a ser punido e o Rio Branco mantido de fora, o Grupo A da Terceira Divisão ficará com nove clubes – Icasa, Paysandu, Luverdense, Santa Cruz, Guarany de Sobral, Salgueiro, Águia, Fortaleza e Cuiabá. Alvinegro de Campina Grande pode receber multa milionária, como também ser desfiliado pela Fifa.


"O STJ só deve apreciar o mérito em agosto, quando a justiça volta das férias. Deve demorar. Existe um prazo para recompor a tabela. Não tenho isso de cabeça, mas se não houver tempo, o Rio Branco não vai poder retornar, mesmo que o Treze seja excluído", disse o presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Evandro Carvalho, ao Blog do Torcedor.


Enquanto não define a situação de Treze e Rio Branco, o Grupo A segue com dez times. O Icasa é líder, com sete pontos, seguido de Paysandu e Luverndese, com seis; Santa Cruz com cinco; Guarany, Salgueiro, Águia e Fortaleza, com quatro. Na zona de rebaixamento aparece o Cuiabá, com um ponto; e o Treze sem pontuar.

Agência Futebol Interior

2 comentários:

Anônimo disse...

Não tem quem derrube o Treze, se ele for punido vamos a justiça e conseguimos entrar até na primeira divisão na marra.

Anônimo disse...

Esse negócio de entrar na marra não existe,isto se torna um péssimo precedente,vira uma bagunça,fica um há de ipunidade.Ou então não deve existir lei?