terça-feira, 29 de abril de 2014

Ex-Corinthians é condenado a 150 dias de prisão




O goleiro chileno Johnny Herrera, que defendeu o Corinthians em 2006, foi condenado a 150 dias de prisão por dirigir embriagado e sem habilitação em um episódio em 2012. Apesar disso, ele conseguirá jogar a Copa do Mundo em junho, já que poderá cumprir a sua pena em "liberdade vigiada".
Herrera foi flagrado dirigindo com 1,06 grama por litro de sangue (acima de 0,3 a embriaguez já começa a dificultar funções motoras) no dia 17 de setembro de 2012. Um agravante da situação é o fato do goleiro já estar impedido de guiar por conta de um acidente de carro que culminou na morte de uma jovem em 2009.
Herrera também teve a sua carteira de motorista apreendida por um período de mais dois anos e foi multado em aproximadamente R$ 1600.
O goleiro decidiu declarar-se culpado das acusações para que tivesse um sentença mais amena, que não lhe proibisse de sair do país por 2 anos.
Às vésperas de completar 33 anos, Johnny Herrera, conhecido também pelo apelido de 'Superboy' é um dos homens de confiança do técnico Jorge Sampaoli, que deu diversas oportunidades ao jogador na seleção do Chile, algumas como titular e outras apenas como reserva.

Nenhum comentário: