terça-feira, 22 de abril de 2014

Prieto pede desculpas por choro ao vivo e revela que quase foi substituído


O choro ao vivo de Nivaldo Prieto em função da morte de Luciano do Valle, no domingo, não foi o único momento de emoção e sensibilidade vivenciado pelo narrador da Band. Abalado com a perda do amigo e ídolo, Prieto foi avisado pela emissora de que um locutor reserva estaria de prontidão caso ele não conseguisse narrar o jogo São Paulo x Botafogo, domingo, no Morumbi.

Prieto foi chamado ao vivo por Milton Neves no domingo durante o programa “Gol, o Grande Momento”, minutos antes do jogo São Paulo x Botafogo. Mas só conseguiu cumprimentar os telespectadores e logo depois começou a chorar, tendo inclusive o áudio cortado.

Ao UOL Esporte, Prieto afirma ter realizado a pior narração da vida e diz que respirou fundo para dar prosseguimento à locução.
“No trajeto ao Morumbi, eu fui ficando mais emocionado. Tentei ir até mais cedo ao estádio para me preparar. E toda hora que eu botava o fone antes do jogo, só ouvia a voz do Luciano. Isso me deixou cada vez pior, até que eu pedi para cortar o áudio. A ideia era só dar o ‘vai’ para a minha entrada (sem áudio antes)”, falou.

“Eu tinha que narrar. Assim que o jogo começou, me concentrei na partida. Mas já tinha gente [narrador] de stand by [reserva] caso eu não conseguisse. Só quando me senti mais seguro na transmissão é que eu falei o nome do Luciano”, continuou.

Prieto relata que pediu desculpas não só a Milton Neves, que apresentava o programa pré-jogo, mas para as outras pessoas da Band. Emotivo, o narrador conta que as duas décadas de convivência com do Valle o deixaram sensível naquele momento.

“Fiquei envergonhado pelo o que aconteceu ao vivo. Peço desculpas, porque a maioria conseguiu levar a transmissão [sem chorar], mas eu não consegui. Sou assim”, falou.

Nenhum comentário: