segunda-feira, 26 de abril de 2010

Giro Pelo Estadual


Náuas perto da semi-final

Com informações de Ramiro Marcelo

Nem mesmo o fato de estar jogando fora de casa conseguiu impedir que a grande sensação das últimas três partidas, todas com vitórias, o representante do Juruá, o Náuas EC derrubou mais um e garantiu a segunda colocação na tabela do Campeonato Estadual Profissional. O herói do Náuas, no estádio Antônio Araújo Lopes, em Epitaciolândia, foi o atacante Serginho, o mesmo que garantiu a vitória sobre o Andirá, na última rodada.

Se o Náuas é o vice na tabela, o atacante Serginho também é o vice-artilheiro, com seis gols, atrás de Rio Branco e de Juliano César, respectivamente. Agora para o Alto Acre a situação se complicou, pois restando apenas duas rodadas, agora tem que pensar muito mais em não cair para a Segunda Divisão do que mesmo acreditar num milagre e conseguir a classificação para o G4.

Vale ressaltar que mesmo com o Alto Acre jogando um pouco melhor na etapa inicial, foi o representante do Juruá quem conseguiu as melhores chances, inclusive duas vezes na trave, uma delas com o próprio Serginho. Na etapa final o equilíbrio foi maior e o resultado final poderia ter sido diferente, caso o volante Neto Paraíba tivesse recebido o segundo amarelo um pouco antes. O jogador acabou expulso aos 42 minutos.

O único gol do jogo foi somente aos 20 minutos da etapa final. Cobrança de escanteio no segundo pau, a defesa não acompanhou o atacante Serginho que entrou de cabeça, fazendo o gol da vitória.

Atlético vence a Adesg e continua firme no G4

A tarde no estádio municipal de Senador Guiomard foi de um atacante: Leonardo, vice-artilheiro do Campeonato Estadual Acreano, autor de três gols na vitória do Atlético Acreano sobre a Adesg, por 4 a 2. O resultado também garantiu ao representante do 2º Distrito no G4 da competição, com 14 pontos.

A vitória foi ainda mais marcante pelo fato de que o Galo jogou com um jogador há menos desde os 26 minutos da etapa inicial, com a expulsão de Zidane, após receber o segundo cartão amarelo. O placar estava favorável com 1 a 0, mesmo assim sem se intimar, continuou ofensivo, garantindo o placar positivo.

“Já sabíamos que o jogo não seria fácil, mas no fim deu certo”, ressaltou o goleiro Faísca, um dos responsáveis pela vitória do Galo. Talvez motivado pelas sucessivas defesas, entre elas a cobrança de falta de Márcio, que Faísca, de ponta de dedo, evitou o gol, mas a bola ainda “beijou” a trave.

Gols – Logo aos 12 minutos Bruno Silva limpou para o meio e arrematou para abrir o marcador para o Galo. Apenas 14 minutos após Zidane é expulso, deixando o Atlético com apenas 10 em campo. Quando se imaginava que a Adesg iniciaria uma reação foi o Atlético quem voltou a marcar aos 28 minutos. Biro derrubou Leonardo na área, sendo anotado pelo árbitro Antônio Neuricláudio penalidade máxima. O próprio atacante cobrou para ampliar para 2 a 0.

No último minuto da etapa inicial, o Bruno, só que da Adesg, cruzou e em um bate-pronto, Márcio emendou de primeira descontando para a equipe da casa: 2 a 1.

Com apenas quatro minutos da etapa final, Leonardo recebeu cara-a-cara com Daboia e deu toque de habilidade, cobrindo o goleiro do Quinari, ampliando para 3 a 1. O fator de estar jogando com um a menos não parecia incomodar, tanto é que aos 20 minutos o Galo voltou a ampliar. Bruno Silva deu assistência para Leonardo que ainda escolheu o lado e bateu, deixando o placar em 4 a 1. A Adesg tentou uma reação, aos 31 minutos, quando Márcio fez jogada individual e deu tocou para Lelão. O atacante cobriu Faísca, descontando para 4 a 2, porém ficou nisso.

Próxima rodada

Na próxima rodada, as duas equipes jogam no próximo domingo, na Arena da Floresta. O Atlético Acreano abre a rodada dupla contra o Andirá e a Adesg fecha diante do Alto Acre.

Vasco da Gama 1 x 0 Andirá

Na abertura da rodada do estádio Arena da Floresta, frente a frente estavam as duas equipes de pior campanha no Campeonato Estadual Acreano. Com a vitória por 1 a 0, a AD Vasco da Gama ainda acredita em conseguir escapar do rebaixamento. Agora é o Andirá o lanterna da competição e com chances mínimas de escapar da Segunda Divisão de 2010.

Em jogo de “chances” divididas, as melhores chances desperdiçadas foram pelo atacante Caio (Vasco) e pelo meia Artemar. Porém o gol só foi marcado na etapa final por Giba, jogador que chega ao segundo na competição. A jogada do gol iniciou na cobrança de falta feita por Cleber, encontrando Giba para vencer Daniel, fazendo o único gol do jogo para o Vasco.

O Vasco, com três pontos, precisa vencer seus dois últimos compromissos, Rio Branco e Independência, respectivamente, e ainda ter que torcer contra Adesg e Alto Acre, que se enfrentam justamente na 8ª rodada. Com apenas 1 ponto, o Andirá torce contra os três na sua frente, além de ter que vencer Atlético e Plácido. Ou seja, as duas equipes tem tarefa ingrata.

Próxima Rodada

Na próxima rodada, o Vasco enfrenta na quinta-feira o Rio Branco, na Arena da Floresta. O Andirá duela diante do Atlético, no domingo, também na Arena da Floresta.

Juventus 2 x 3 Plácido de Castro

Muitos dos jogadores – Nilton Goiano e Silvão - e até mesmo o técnico do Plácido, Marcelo Altino, saíram do AC Juventus em clima não muito amistoso, por isso mesmo o confronto era chamado por muitos como o “jogo do desabafo”. E no final, no clássico do estádio Arena da Floresta, o Plácido venceu por 3 a 2, chegando a 4ª posição, tirando justamente o Juventus do G4.

A resposta disso foi o que o técnico disse. “É para mostrar que tenho estrela”, desabafou o técnico Marcelo Altino. “Futebol é irreverência, por isso fiz o sinal da águia na comemoração”, disse Nilton Goiano, o nome do jogo, autor dos três gols na vitória do Plácido.

Com chance para os dois lados, as duas equipes proporcionaram belos lances para os 386 pagantes no Estádio. Porém teve também um lance negativo, quando o árbitro Carlos Santos expulsou Jonas (Juventus) e Wilian (Plácido), que se envolveram em uma troca de empurrões. Após a expulsão, Jonas passou mal e teve que ser atendido pelo Samu.

Por três vezes o Plácido esteve na frente do marcador. Na primeira vez, aos 27 minutos da etapa inicial, Willian cobrou falta, levantando na área. Zico ajeitou de cabeça para Nilton Goiano chegar completando, fazendo 1 a 0. No último minuto da primeira etapa, Hulan cobrou falta, a bola bateu na defensiva, sobrando para Jonas que completou para deixar tudo igual: 1 a 1.

Logo aos cinco minutos, bola cruzada, Babá desvia, deixando a jogada limpa para Nilton deixar pela segunda vez o Tigre da Fronteira na frente: 2 a 1. Demorou desta vez oito minutos para vir o empate. Falta na intermediária, Marcelo Cabeção emendou uma bomba na falta. A barreira abriu e tirou a possibilidade de defesa de Máximo, deixando tudo em 2 a 2. Mas, aos 23 minutos, Babá pela esquerda, cruzou. Zico e Felipe dividiram e sobrou mais uma vez para Nilton escorar para 3 a 2.

Próxima Rodada

O Juventus enfrenta o Independência, na quinta-feira, no estádio Arena da Floresta. O Plácido de Castro viaja até Mâncio Lima para enfrentar o Náuas, no domingo.


Com informações de Ramiro Marcelo

2 comentários:

Marcos Macelo disse...

O Náus vence e enlouquece a Cidade de Cruzeiro do Sul. O Atlético Acreano vence e se reabilita com Show do Leonardo marcando 3 gols e do Bruno Souza marcando o outro. O Vasco vence e passa a lanterna para o Andirá. E no jogo mais emocionante da rodada o Velho Mágo mostra para o aluno que a experiência é que conta na procura do caminho das pedras, O Plácido vence e complica o Juventus na briga pela vaga ao G4. Que Rodada!

Mário Dias disse...

Há muito tempo não se via um campeonato acreano tão competitivo. NÃO ENTENDO O PORQUê DA TORCIDA NÃO PRESTIGIAR ESSA COMPETIÇÃO.
Sim destaque para as equipes do interior, mesmo o Alto Acre, fora do G-4, vem mostrando ser um "osso duro de roer" Parabéns à FFEAC.