terça-feira, 5 de outubro de 2010

Candidatos ligados ao futebol na Eleição


No último domingo aconteceu as votações nas Eleições 2010, confira os números de votos dos candidatos com alguma ligação ao futebol: jogadores, ex-jogadores, dirigentes, etc... Os destaques ficam por conta das eleições de Marques, ex-atacante de Atlético-MG e Corinthians, Romário, tetracampeão com a Seleção Brasileira, e Danrlei, ex-goleiro que defendeu por muitos anos o Grêmio. O primeiro alcançou 153.225 votos e foi eleito Deputado Estadual em Minas Gerais. Já o Baixinho teve 146.859 votos e foi eleito Deputado Federal pelo Rio de Janeiro, enquanto que com 173.787 votos, Danrlei foi eleito para o mesmo cargo, no Rio Grande do Sul.
Se por um lado eles foram bem votados e conquistaram o direito de representar a sociedade nos próximos quatro anos, por outro alguns ex-jogadores fracassaram, mesmo com votações expressivas. Marcelinho Carioca, ídolo do Corinthians, teve 62.399 votos, mas ainda assim não foi suficiente para conquistar um lugar na Câmara de Brasília. Dessa forma, o Pé-de-Anjo, como é conhecido, deve ficar com vaga de suplente. Caso semelhante com Deley, ex-meia do Fluminense, que conquistou 66.532 votos, mas não conseguiu ser eleito Deputado Federal pelo Rio de Janeiro.
No Estado de São Paulo, além de Marcelinho Carioca, outros dois ex-jogadores do Corinthians também fracassaram no pleito eleitoral. Vampeta teve somente 15.300 votos, ficando muito longe da cadeira de Deputado Federal. Já Dinei teve 18.276 votosa, mas não foi eleito para o cargo de Deputado Estadual. Mas não foi somente a bancada corintiana que sofreu. O palmeirense Ademir da Guia teve 17.196 votos e também não conseguiu um lugar na Assembleia Legislativa de São Paulo.
No âmbito Federal, os destaques no Estado de São Paulo ficam por conta das eleições de Aldo Rebelo - foto ao lado - e Guilherme Campos. O primeiro foi eleito para exercer seu sexto mandado consecutivo e conquistou 132.109 votos. Assim, poderá ajudar a fiscalizar às verbas que serão utilizadas na Copa do Mundo de 2014. Já Guilherme Campos teve votação de 112.852 votos, garantido uma cadeira em Brasília.
No Rio de Janeiro, outro tetracampeão com a Seleção Brasileira conseguiu se eleger Deputado Estadual. Com 28.328 votos, Bebeto conseguiu uma vaga para representar a sociedade. Outro envolvido com o futebol que se elegeu Deputado Estadual foi o presidente do Vasco, Roberto Dinamite, que teve 39.730 votos. Por outro lado, Valdir Espinosa, ex-técnico do Vasco, teve somente 2.292 votos e não foi eleito. Quem também não conseguiu se eleger foi o ex-presidente vascaíno Eurico Miranda. Concorrendo ao cargo de Deputado Federal, ele teve 17.228 votos.
Em Minas Gerais, além de Marques, o ex-goleiro João Leite, que está envolvido com a política desde a sua aposentadoria no início da década de 1990, recebeu 84.316 votos para seguir na Assembleia Legislativa. Outro ídolo da torcida do Atlético-MG, porém, fracassou na eleição de domingo. Reinaldo, atualmente vereador de Belo Horizonte, perdeu a disputa para o cargo de deputado federal. O ex-jogador recebeu apenas 22.201 votos.
Confira a lista com desempenho dos candidatos ligados ao futebol:
BAHIADeputado Estadual
Jorge Valença – 753 votos (não eleito)
DISTRITO FEDERALDeputado Federal
Weber Guimarães - 3.338 votos (não eleito)
ESPÍRITO SANTO
Deputado EstadualGeovani - 5.614 votos (não eleito)
GOIÁS
Deputado Estadual
Túlio Maravilha - 4.526 votos (não eleito)
Harley – 167 votos (não eleito)
MINAS GERAISSenador
Zezé Perrella – suplente de Itamar Franco - 5.125.455 votos (eleito)
Deputado Estadual
Marques - 153.225 votos (eleito)
João Leite - 84.316 votos (eleito)
Reinaldo - 22.201 votos (não eleito)
PARÁ
Deputado Estadual
Zé Augusto - 15.255 votos (não eleito)
Vandick - 12.871 votos (não eleito)
Robgol - 11.814 votos (não eleito)
Rei Artur - 3.965 votos (não eleito)
Landu - 3.052 votos (não eleito)
PARANÁ
Deputado Federal
Raul Plasmann - 4.986 votos (não eleito)
RIO DE JANEIRO
Deputado EstadualRoberto Dinamite - 39.730 votos (eleito)
Bebeto - 28.328 votos (eleito)
Valdir Espinosa - 2.292 votos (não eleito)
Mauro Rezende – ainda não teve seus votos computados pelo TSE
Deputado FederalRomário - 146.859 votos - (eleito)
Deley - 66.532 votos – (não eleito)
Eurico Miranda - 17.228 votos (não eleito)
Adílio – ainda não teve seus votos computados pelo TSE
RIO GRANDE DO SUL
Deputado Estadual
Cassiá - 30.817 votos (eleito)
Deputado Federal
Danrlei - 173.787 votos (eleito)
Fabiano Pereira - 73.463 votos (não eleito)
SÃO PAULO
Deputado EstadualGerson Bittencourt - 89.920 votos (eleito)
Chico Sardelli – 68.721 votos (eleito)
Raul Marcelo - 56.607 votos (não eleito)
Dinei - 18.276 votos (não eleito)
Ademir da Guia - 17.196 votos (não eleito)
Romualdo Magro Jr - 9.390 votos (não eleito)
Conceição Duarte – 642 votos (não eleita)
Clóvis Barreto – 197 votos (não eleito)
Oliveira Junior - ainda não teve seus votos computados pelo TSE
Marcos Boccatto - ainda não teve seus votos computados pelo TSE
Deputado Federal
Aldo Rebelo – 132.109 votos (eleito)
Guilherme Campos - 112.852 votos (eleito)
Marcelinho Carioca - 62.399 votos (não eleito)
Eduardo Palhares - 22.013 votos (não eleito)
Vampeta - 15.300 votos (não eleito)
Marcão da Mancha - 4.892 votos (não eleito)
TOCANTINS
Deputado Federal
Leomar Quintanilha - 15.938 votos (não eleito)
Com informações da AFI

Nenhum comentário: