terça-feira, 5 de outubro de 2010

TV pública paga R$ 4 milhões por Série C

Criada há cerca de três anos com a ambição de se tornar a rede pública nacional de comunicação, a EBC (Empresa Brasil de Comunicação) decidiu entrar no mercado milionário das transmissões esportivas.
A partir de 9 de outubro, a TV Brasil, em parceria com as emissoras públicas locais, vai exibir os jogos finais da Série C do Campeonato Brasileiro, a terceira e penúltima divisão do futebol nacional.

A assinatura do contrato será no início da próxima semana, no Rio. Pelo acordo, a EBC vai pagar cerca de R$ 4 milhões aos dirigentes da CBF, que repassará o valor aos oito clubes envolvidos na disputa da competição.

"A Série C foi a forma que encontramos para chegar a este mercado. Com a Copa e a Olimpíada confirmadas para o Brasil, queremos aumentar a participação do futebol na nossa grade. Isso já era uma determinação do nosso conselho curador", disse Marco Antônio Coelho, superintendente de rede da EBC.

Para viabilizar a transmissão, a empresa fechou duas cotas --uma com a Petrobras, outra com a Caixa Econômica Federal. Cada contrato sairá por R$ 700 mil. Nos próximos dias, mais duas cotas deverão ser vendidas.

O orçamento da EBC em 2010 é de cerca de R$ 400 milhões. Pela lei que criou a empresa, a publicidade de produtos e serviços é proibida, o que limita o interesse de grandes anunciantes privados. Em 2009, além de estatais como Petrobras, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e BNDES, a EBC teve patrocínio da Vale, mineradora brasileira privatizada há 12 anos, mas com participação de fundos de pensão de empresas estatais.

Nos jogos da Série C, a empresa também vai poder explorar toda a publicidade estática ao redor do campo.

Para garantir audiência, a TV Brasil mexeu no horário dos jogos. Algumas partidas serão transmitidas às 10h. O primeiro jogo pela manhã será Macaé-RJ x Criciúma-SC.

A competição conta também com a participação do Chapecoense, de Santa Catarina, dos paraenses Paysandu e Águia, além do Salgueiro, de Pernambuco, do ABC, do Rio Grande do Norte, e do Ituiutaba, de Minas Gerais.

Coelho informou que a EBC pretende transmitir a Série C desde o início na próxima edição. Em 2011, a empresa vai exibir os Jogos Mundiais Militares, competição que ocorrerá no Rio e reunirá dezenas de atletas olímpicos.

"Nossa intenção não é entrar na disputa milionária da Série A. Lá, os valores são absurdos. O que queremos é colocar a bola para rolar aqui e tratar, por enquanto, dos desprezados'', declarou o superintendente da EBC.

Os direitos de transmissão da primeira divisão do Nacional valem cerca de R$ 600 milhões. Já os da Série B custam cerca de R$ 60 milhões.
Fonte: Folha Online

Nenhum comentário: