terça-feira, 9 de agosto de 2011

Walter Abrahão, ex-narrador da TV Tupi e inventor do replay, morre aos 80 anos

O jornalismo esportivo amanheceu mais triste nesta segunda-feira. Faleceu o ex-narrador e ex-comentarista esportivo, Walter Abrahão (foto). Internado há aproximadamente um mês no Hospital Nove de Julho, em São Paulo, o lendário jornalista faleceu em decorrência de um cancer no pulmão, aos 80 anos de idade. Ele deixa três filhos.
Natural de Promissão, no interior de São Paulo, Abrahão iniciou a carreira esportiva com 16 anos, na Rádio Difusora Noroeste, em sua cidade natal. Em 1950 chegou em São Paulo para cursar direito e trabalhar na Rádio Cruzeiro do Sul. No mesmo ano passou para a Rádio Tupi, e posteriormente, para a TV Tupi.
Na emissora carioca teve seu melhor momento. Além de cobrir duas Copas do Mundo, narrou o título mundial de boxe de Eder Jofre. Em 1963, inventou o "bi-lance", que consistia em repetir algumas imagens durante o jogo, o que nada mais era do que o replay. Três anos depois, a invenção foi mostrada ao mundo na Copa do Mundo da Inglaterra.
Outro feito marcante de Abrahão foi ter narrado a despedida de Pelé diretamente do EUA, fazendo a primeira transmissão via satélite para o Brasil. Também foi o criador da escolha do "melhor em campo", do sistema atual do jogo de volêi, sem vantagem, e da palavra xoxo para definir um jogo sem gols.
No final da década de 80, Walter Abrahão se tornou vereador de São Paulo por dois mandatos. Em 2001, aposentou-se do Tribunal de Contas do Município e voltou à crônica esportiva comentando alguns jogos na Rádio Record de São Paulo. Fez participações no extinto Golaço, da Rede Mulher.

Campinas, SP, 08 (AFI)

Nenhum comentário: