quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Aníbal Diniz elogia novas regras adotadas para a Série C do campeonato brasileiro

Waldemir Barreto / Agência Senado













O senador Aníbal Diniz (PT-AC) destacou nesta quarta-feira, na tribuna do Senado, as mudanças nos critérios de participação dos times que integram a Série "C" do Campeonato Brasileiro de Futebol Profissional. As medidas, anunciadas pela Confederação Brasileira de Futebol, a CBF, beneficiam 20 times pequenos sediados nas cinco regiões do País, com destaque para as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, onde as condições para o desenvolvimento do futebol são mais precárias.
"As medidas anunciadas pela CBF certamente serão recebidas em festa pelos torcedores dos 20 clubes, que disputarão o campeonato brasileiro da Série C em 2012. Pelas novas regras, em lugar de quatro grupos com cinco times, como ocorreu até o ano passado, a competição será disputada em dois turnos, com dois grupos de dez equipes. Cada uma das dez equipes jogando nove partidas como visitante e outras nove partidas como mandante, isso só na primeira fase. Desse modo, as equipes jogarão entre si no sistema de ida e volta, com o número de jogos bem maior do que ocorreu nos anos anteriores", destacou o senador.
As novas regras também estabelecem que a partir deste ano a CBF irá custear as despesas com transporte, alimentação, hospedagem e o pagamento dos árbitros e auxiliares técnicos que atuarem nas partidas da competição. No Acre, irão beneficiar, em 2012, o Rio Branco Futebol Clube, o "Estrelão".
A CBF irá assegurar 25 passagens às equipes que disputarem o campeonato a cada jogo. A medida era uma antiga reivindicação dos clubes participantes da Série C, considerando as grandes distâncias que as equipes das regiões Norte, Nordeste e Centro Oeste são obrigadas a percorrer pelo território brasileiro para participar de competições oficiais. Além disso, estão sendo negociadas transmissões pela TV das partidas da Série C, o que dará mais visibilidade aos atletas e irá assegurar os direitos de imagem e de arena.
Em seu discurso, o senador Aníbal Diniz fez um agradecimento os dirigentes da CBF por terem acatado antigas reivindicações dos clubes pequenos e destacou que, até o ano passado, essas equipes chegavam a desistir de participar da competição nacional por falta de recursos. "Com os times da Série C tendo mais apoio e visibilidade, eu tenho certeza que o futebol nacional ganhará mais força nesse período que antecede a Copa do Mundo FIFA de 2014", disse o senador.
"Essas mudanças, implementadas pela CBF para a Série C, constituem um gol de placa da CBF. Por isso eu cumprimento os diretores da CBF, o diretor de futebol e as pessoas que conceberam essas mudanças, porque realmente havia um clamor desses clubes por um apoio maior. Estendendo a competição, permitindo haver mais jogos e garantindo o custeio das passagens, a CBF está dando uma grande contribuição para o fortalecimento do futebol brasileiro nas Séries C, principalmente Série C, mas que também pode ser extensiva à Série D", acrescentou.

Assessoria

Nenhum comentário: