quinta-feira, 14 de junho de 2012

Campinense ameaça ir a Justiça caso a CBF inclua o Treze

A confusão envolvendo a Série C do Campeonato Brasileiro de Futebol parece mesmo não ter fim. Nesta quinta-feira, quem entrou em cena foi o Campinense Clube, arquirrival do Treze em Campina Grande, que agora ameaça entrar na justiça caso a CBF chegue a um acordo que inclua o adversário na competição nacional.

Por meio de nota, o Rubro-Negro de Campina Grande alega que ficou em 17º lugar na Série C de 2011, e que se o Rio Branco for excluído da competição, todos os times atrás dele ganhariam uma posição na classificação. Com este entendimento, a Raposa sairia do 17º lugar para o 16º e assim estaria livre do rebaixamento.

O clube cita ainda o Artigo 16 do Regulamento da Competição da Série D 2011, que diz que apenas "os quatro clubes que tenham se classificado para a quarta fase ascenderão para a Série C de 2012". A Raposa alega, assim, que em caso de saída do Rio Branco da competição, a vaga não poderia ser do Treze.

- Toda briga jurídica criada pelo Treze (...) pode beneficiar o Campinense, que tem um direito melhor tanto jurídico, como desportivo, do que o do Treze - diz um trecho da nota.

Por meio do Twitter, inclusive, o diretor de Comunicação do Campinense, Tiago Melo, disse que toda a documentação necessária para ingressar na justiça já foram juntadas no Rio de Janeiro, e que a ação será imediata em caso de virada de mesa.

- O Campinense entrará na justiça comum caso o Treze seja beneficiado com algum acordo para ir à Série C. A CBF dará brecha ao clube – escreveu Tiago.

A nota do Campinense acontece no mesmo dia em que o presidente da CBF, José Maria Marin, vai se reunir com os clubes que entraram com ações na justiça comum (entre eles o Treze, mas também Araguaína, Rio Branco e Brasil de Pelotas) com o objetivo de se chegar a um acordo para o impasse.
Fonte: Globoesporte.com

Nenhum comentário: