quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Galo vence, mas não leva vaga

  
galo_vence__mas_n__o_leva_vaga
 
Depois de um primeiro tempo ruim, o Atlético Acreano reagiu e venceu na noite desta quarta-feira, de virada, o Penarol por 3 a 2, no estádio Arena da Floresta, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série D.
Porém, o resultado não foi suficiente para classificar o time para sequência da competição, pois o Clube do Remo derrotou o VEC (RO), por 2 a 1, em Belém (PA), também nesta quarta-feira, assim ficando não apenas com a outra vaga do grupo, mas passando o VEC (RO) na classificação – 16 contra 15 pontos. O Galo Carijó terminou em terceiro com 13 pontos e o Penarol (AM) foi o quarto, com 09 pontos, três a mais que o Náutico (RR).
Com os resultados da última rodada do Brasileiro da Série D, no Grupo A1, o Remo que venceu o Vilhena-RO, por 2 a 1, no estádio Mangueirão, em Belém (PA), ficou em primeiro, com 16 pontos. O VEC ficou em segundo, com 15 pontos. A vitória do Atlético em cima do Penarol, levou o time a terceira colocação, com 13 pontos e o Leão da Velha Serpa, finalizou na quarta posição, com 9 pontos.
JOGO
Quando a bola rolou, o Penarol conseguiu neutralizar ainda nos primeiros minutos o time acreano e ainda criar as melhores oportunidades de gols.
O primeiro gol da partida saiu aos 20 minutos, após rápido contragolpe amazonense, com Edson Sá fuzilando a rede do goleiro Máximo.
Sem criatividade, o Galo Carijó erra muitos passes e a melhor oportunidade do empate apareceu com Tragodara, mas o goleiro Nailson saiu bem do gol e evitou a queda de sua baliza, aos 43 minutos.
Um minuto depois, após o zagueiro Marquinhos atrasar a bola para o goleiro Máximo, o arqueiro vacilou e Edson Sá não perdoou e ampliou.
REAÇÃO
Com chances matemáticas de classificação, apesar de remotas, o Galo Carijó retornou dos vestiários com outra postura e duas mudanças. Fábio, no lugar de Chumbo, e o atacante Lelão, substituindo o apagado Josy.
Nos primeiros minutos, o Atlético Acreano aplicou uma verdadeira blitz na área do time amazonense, mas Nailson apareceu bem em duas oportunidades. Na primeira, o goleiro salvou chute à queima roupa de Lelão, enquanto na segunda, o arqueiro fez ótima defesa em chute de Eduardo.
Com o Penarol recuado, o Galo Carijó, que acertou o posicionamento dentro das quatro linhas, diminuiu a vantagem numa bola parada de Jessé, aos 12 minutos.
O gol colocou fogo na partida e o empate ocorreu três minutos depois, quando a bola sobrou livre para o oportunista Lelão. O atacante ainda se livrou do goleiro antes de mandar a bola para rede. Os jogadores do Penarol pediram impedimento na jogada, mas o árbitro e o assistente não viram assim.
Apagado no jogo, o Penarol teve a chance da virada. O atacante Igor Cearense arriscou bom chute de fora da área, mas o goleiro Máximo fez ótima defesa, aos 28 minutos.
O Galo era melhor e pressionava na busca do gol da virada. Então aos 41 minutos, numa outra bola parada de Jessé, o zagueiro Reginaldo desviou para o próprio gol. Era o gol da virada!
 
Ficha Técnica
 
Atlético Acreano 3 x 2 Penarol (AM)
 
Data: 29/08/2012
Local: estádio Arena da Floresta
Árbitro: Rogério José Bueno
Auxiliares: José R. do Nascimento Júnior e Westhane Cassiano Matos (DF)
Gols: Edson Sá (Penarol); Jessé, Lelão e Reginaldo (Atlético)
Cartões amarelos: Reginaldo e Kitó (Penarol) e Marquinhos Costa e Jessé (AA)
Atlético Acreano
Máximo; Chumbo (Fábio), Ceildo, Marquinhos Costa e Alfredo; Sandro (Renato), Tragodara, Jessé e Josy (Lelão); Aílton e Eduardo. Técnico: Gilmar Sales.
Penarol (AM)
Nailson, Reginaldo, Samir, Márcio Abrahão, Rodrigo Ítalo; Rondinelle, Marinelson, Kitó (Baé) e Fininho; Edson Sá (He-Man) e Igor Cearense (Marinho). Técnico: Aderbal Lana.
 
Por Manoel Façanha

Nenhum comentário: